Cachaça: um destilado com o sabor do Brasil.

Conheça um pouco mais sobre a história da cachaça e como saboreá-la.

A história da cachaça se confunde com a história do Brasil. A bebida destilada que integra a receita da nossa tradicional caipirinha também era servida nas reuniões conspiratórias dos inconfidentes, participando da luta pela independência do país.

PINGA NI MIM

São várias as versões sobre a origem da cachaça. Uma delas é que a bebida teria surgido em Pernambuco, quando um escravo deixou armazenado o caldo que sobrava após a fervura da cana.

Esse líquido fermentava, evaporava e condensava em forma de pingos no teto do engenho, dando origem ao sinônimo mais conhecido da cachaça: pinga.

TRADIÇÃO DESDE 32. 1532

Já o historiador Luís da Câmara Cascudo indica que a primeira cachaça teria sido destilada pelos portugueses em São Vicente, no litoral paulista, por volta de 1532.

Pernambuco ou São Paulo? O fato é que independente da origem, a cachaça faz parte da história do Brasil. De bebida dos escravos, ela logo caiu no gosto popular, participou do ciclo da cana e se tornou um produto importante da economia nacional.

Com a multiplicação dos alambiques nos engenhos durante os séculos XVI e XVII, a cachaça extrapola as divisas de São Paulo e Pernambuco, e invade o Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Com o ciclo do ouro no século XVIII, as cachaças puras eram transportadas em barris durante a migração para Minas Gerais. O contato com a madeira acabou amarelando a bebida e conferindo aromas e sabores específicos, típicos das cachaças mineiras.

PATRIMÔNIO NACIONAL

Em 1996 a cachaça tornou-se oficialmente um Produto Tipicamente Brasileiro, em decreto assinado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, que estabeleceu critérios para sua fabricação e comercialização.

Em 2012, a cachaça virou Patrimônio Histórico Cultural do estado do Rio de Janeiro.

Sempre caracterizada pela produção artesanal, hoje existem várias marcas de cachaça de qualidade espalhadas por mais de 4 mil alambiques no Brasil.

DICAS PARA DEGUSTAR UMA BOA CACHAÇA

Se você leu até aqui e ficou com aquela vontade de saborear uma cachaça de qualidade, preste atenção nos seguintes aspectos:

– Pureza: ela deve ser cristalina, sem resíduos suspensos;

– Vestígio: Ao girar no copo ela deve deixar lágrimas, escorrendo aos poucos;

– Olfato: o aroma não deve fazer lacrimejar nem arder as vias respiratórias;

– Paladar: Deixe a bebida na boca por alguns segundos. A agressividade do álcool passa e fica uma sensação saborosa de calor e conforto.

VEM PRO MUKEKA!

Aqui no Mukeka temos mais de 20 cachaças de qualidade para você saborear, com o melhor da culinária brasileira.

Confira aqui:

Fontes:

http://www.mapadacachaca.com.br/artigos/historia-da-cachaca/
https://oglobo.globo.com/rio/bairros/cinco-truques-para-saber-se-cachaca-de-boa-qualidade-13917614